[ editar artigo]

Análise técnica: o que é?

Análise técnica: o que é?

 

A análise técnica é o estudo do movimento de preços de ativos financeiros através da análise de gráfico com a ideia de interpretar padrões oferecidos pelos gráficos e seus indicadores.

 

Fundamentos da análise técnica

As 3 principais premissas para a análise técnica:

  1. O mercado antecipa e desconta tudo
  2. Os preços dos ativos se movimentam em tendência
  3. Histórico de movimentos se repetem

 

  1. Mercado antecipa e desconta tudo

Todos os fatores afetam diretamente o preço do ativo financeiro, consequentemente já são descontados todos os fatores no preço atual do ativo. Por isso, devemos prestar atenção sempre na movimentação dos preços.

Os preços indicam para a análise técnica que existe um fluxo de demanda e oferta. Olhando pelo racional básico, o fluxo de um ativo quando o preço sobe é que a demanda está maior que a oferta e quando o preço cai, interpretamos que a demanda é inferior que a oferta.

 

    2. Os preços dos ativos se movimentam em tendência

Pela análise técnica utilizando gráficos e indicadores é possível identificar tendências e assim negociar no sentido em que o fluxo está prevalecendo. Com esse estudo podemos “surfar” a tendência até que exista algum sinal de reversão no gráfico.

 

   3. Histórico de movimentos se repetem

A bolsa de valores não passa de um jogo de psicologia e isso reflete nos padrões gráficos. Com estes padrões podemos realizar uma interpretação com o histórico gráfico e avaliar pontos importantes de definições de tendência.

 

 

Vantagens e desvantagens da análise técnica

Como todas as coisas da vida nós temos vantagens e desvantagens de utilizar a análise técnica como verdade absoluta. Entretanto, vamos listar alguma dessas vantagens e desvantagens:

 

Vantagens:

  1. Flexibilidade

Uma das vantagens da analise técnica é a flexibilidade de focar em diversos ativos e aproveitar os movimentos de tendência. Outras abordagens, como análise fundamentalista, não tem essa flexibilidade já que essa metodologia tende a focar em apenas papéis com múltiplos bons.

   2. Visão global

O analista gráfico tem uma visão de vários ativos bem como das commoditties que podem auxiliar a realizar uma interpretação mais precisa sobre o ativo que está pretendendo alocar seu capital.

 

Desvantagem:

  1. Experiência

Não sendo totalmente uma desvantagem, mas um analista gráfico que tem uma taxa de assertividade relativamente alta precisa de experiência no mercado e tempo de tela para compreender como os big players do mercado atuam e aproveitar as oportunidades.

    2. Armadilha

Quantas vezes a interpretação de um gráfico estava correta, porém o mercado por um curto espaço de tempo descaracteriza essa operação, e você acaba encerrando a operação e o movimento volta de acordo com a sua análise técnica?

Isso tende a acontecer diversas vezes por conta da liquidez do mercado, deixando os big players da bolsa à vontade para manipular os preços dos ativos conforme seus interesses. 

 

Conclusão

Com base nesse artigo, podemos ver que toda e qualquer metodologia tem seus pontos fortes e fracos, tudo isso com muito estudo e tempo de experiência tende a ficar mais fácil a leitura do mercado. Temos sempre que avançar no aprendizado e diversificar metodologias para tornar nossas operações mais assertivas.

 

Virei Trader - Comunidade para traders
Pedro Coutinho
Pedro Coutinho Seguir

CEO MONEY TALKS & VIREI TRADER

Ler conteúdo completo
Indicados para você