[ editar artigo]

Imposto de Renda para Forex

Imposto de Renda para Forex

Você começou a ganhar seu dinheiro no Forex, mas fica perdido em como proceder com a tributação do Brasil e o medo toma conta de você. Você simplesmente não consegue entender como declarar todas as informações a respeito e assim se livrar daquela dor de cabeça com a Receita Federal. É, eu sei. Mas acredite, toda essa confusão não é só você que vê. A legislação do Brasil não deixa claro nenhuma informação e não te orienta a como fazer. Então, eu estou aqui para passar para você de forma mais leve a tributação e suas vertentes. Particularidades e como preencher a Declaração Anual do Imposto de Renda. Vamos lá!

Antes de começarmos a parte tributária, você precisa saber que o Imposto de Renda no FOREX é progressivo. Quanto mais você tem, mais a sua alíquota de IR aumenta.  Da mesma forma, quanto menos você tem, menos IR você apura. Vejamos:

  • Alíquota de 15% até R$ 5 milhões;
  • Alíquota de 17% de R$ 5 milhões até R$ 10 milhões;
  • Alíquota de 20% de R$ 10 milhões até R$ 30 milhões;
  • Alíquota de 22,5% acima de R$ 30 milhões.

  

Repatriando Lucro do Forex Inferior ao Capital Investido

        Aqui está a chave do Forex. Muitos investidores, erradamente, pagam imposto sobre todos os valores repatriados, todos os saques. E aqui eu vou te ensinar que não é bem assim. Tudo porque o cálculo é feito com base no valor investido. Vejamos com um exemplo prático:

       O valor investido foi no total de $1 mil. Você obteve um lucro de $ 500,00 totalizando assim em $1.500. E, então você decide sacar o valor do lucro. Sobre esse valor não incidirá nada de Imposto de Renda. Isso acontece, pois a forma como você irá declarar essa movimentação dentro do programa fornecido pela Receita Federal será demonstrando uma repatriação do capital e não o lucro.

Resumindo:

Caso tenha enviado algum valor e tenha começado a receber lucro, mas este ainda não foi maior ao valor investido, e caso queira repatriá-lo, é possível também se manter isento de imposto até a repatriação total do valor investido.

Atenção!

            Não confunda ser isento do pagamento do imposto e não declarar. São situações diferentes que não necessariamente andam juntas. Nesse caso vimos que não há obrigação de pagamento do imposto, mas que sim há a obrigação da transmissão da Declaração Anual e do GCAP.

 

Repatriando Lucro do Forex Acima do Capital Investido

Nesse caso, você já repatriou todo o valor investido não cabendo pagamento de imposto. Agora, o que será resgatado é somente seu lucro acima do valor gasto, então há aplicação de IR conforme faixa de alíquota sobre seu resgate.

Então a gente até aqui já entendeu que a aplicabilidade do imposto é sobre a diferença positiva entre o valor investido e o valor alienado. Como diz a Receita Federal no Perguntão nº 603:

Os ganhos em reais obtidos na alienação de moeda estrangeira mantida em espécie estão sujeitos à tributação definitiva, sob a forma de ganho de capital, apurado da seguinte forma:

1 - O ganho de capital correspondente a cada alienação é a diferença positiva, em reais, entre o valor de alienação e o respectivo custo de aquisição.

 

E como fazer o cálculo do Imposto de Renda? Vejamos sua obrigatoriedade:

  • O cálculo para o imposto é apurado mensalmente, assim você terá que somar todos os ganhos de capital no mês para achar sua base de cálculo;
  • O valor do imposto é recolhido via DARF;
  • O Pagamento da DARF é feito até o último dia útil do mês subsequente;
  • O código da Receita para essa DARF é o 8523.

Exemplo prático:

- Investi em 07/02/2020 um valor total de $10.000,00;

- Em 08/02/2020 repatriei $ 10.000,00 (não há incidência de imposto);

- Em 09/02/2020 repatriei $ 5.000,00;

- Em 15/02/2020 repatriei $ 2.000,00.

 

Item                                                                                                              Cálculo

Valor repatriado em 09/02                                  US$ 5.000 x 2,10(*) = R$ 10.500,00

Ganho de Capital                                                        R$ 10.500 – R$ 0,00 = R$ 10.500,00

Imposto sobre a Renda (I.R, s/ alienação)    0,15 x 10.500,00 = R$ 1.575,00

 

Item                                                                                                                         Cálculo

Valor repatriado em 15/02                                              US$ 2.000 x 2,60(*) = R$ 5.200,00

Ganho de Capital                                                               R$ 5.200,00 – R$ 0,00 = R$ 5.200,00

Imposto sobre a Renda (I.R, s/ alienação)                0,15 x R$ 5.200,00 = R$ 780,00

 

Valor total do Imposto de Renda no mês de fevereiro de 2020:

R$1.575,00 + R$780,00= R$2.355,00

 

Resumo:

  • Repatriou um valor abaixo do valor investido, informa no GCAP e consequentemente na Declaração Anual de Imposto de Renda Pessoa Física no próximo ano e não paga imposto;
  • Repatriou todo valor investido antes e agora começou a repatriar valores acima do investido, informa no GCAP e consequentemente no próximo ano na Declaração Anual de Imposto de Renda Pessoa Física e paga imposto via DARF até o último dia útil do mês subsequente.

 

Gostou desse artigo? Deixe seu comentário. Ainda tem dúvida? Também deixe seu comentário! Me siga lá no instagram: @explicacontadora. Até breve!

 

Virei Trader - Comunidade de Day Trade
Carollyne Pessanha
Carollyne Pessanha Seguir

Sou contadora, palestrante, consultora e pós graduanda em Gestão tributária pela Universidade Veiga de Almeida. Atuo na área contábil e tributária há mais de nove anos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você