[ editar artigo]

Leilão dos Aeroportos – Estimativa Equivocada ou Estratégia para Buscar Compradores?

Leilão dos Aeroportos – Estimativa Equivocada ou Estratégia para Buscar Compradores?

Na última sexta-feira (15/03/2019) foram leiloados doze aeroportos, divididos em três blocos, nas regiões sudeste, centro-oeste e nordeste.

Cada bloco com sua característica peculiar, os aeroportos da região sudeste estão relacionados ao desenvolvimento da exploração de petróleo no litoral, já os aeroportos da região centro-oeste estão relacionados ao desenvolvimento do agronegócio e os aeroportos da região nordeste estão relacionados ao desenvolvimento do turismo na região.

Com ágio médio de aproximadamente 1.000% muitos meios de comunicação estavam comemorando o valor arrecadado de R$ 2,4 bilhões e o valor mínimo do leilão era de R$ 218,8 milhões.

A minha grande dúvida sobre esse processo é se o valor mínimo do leilão foi equivocado ou foi uma estratégia para atrair compradores?

Caso o valor mínimo tenha sido equivocado é um grande erro do governo, pois colocou empresas brasileiras com um preço muito baixo e isso poderia trazer prejuízos aos cofres públicos.

A outra possibilidade, uma estratégia para atrair compradores, caso tenha sido usado essa possibilidade, foi muito bem executada, pois acredito, que o próprio governo estava com receio do leilão.

Um governo novo, que precisa fazer reformas, em todas áreas, fazer privatizações ou concessões das áreas de infraestrutura, transporte, empresas não ‘estratégicas’, conforme o próprio presidente sempre afirma e não agrada a equipe econômica.

Ler matéria completa
Indicados para você